História Encantada

MIRIAM

30/08/07 - Quinta-feira

Vôo.... Entoou: estou subindo. Em sintonia, entono, estou subindo.

Emerjo, Lugar Sagrado.

Águas conhecidas, lajedos brilham... olho a cachoeira....é um novo tempo?

Ouço meu nome, em Tom.

Olho em volta... olho as árvores... flores flocos, respiro.

Lugar Sagrado é mais físico que meu próprio físico.

Ouço meu nome... saio das Águas, Salve!

Sigo a Esther... Água, Luz e a Pedra-Tela

Vem um sentir estranho... Entoo, vou à Pedra.

Sentir estranho, sinto... entre sentir, entoo Grande Homem, conduza!!!

Sinto o vento ar suave... não é o “ar” parado como aquele mais longo “dia”... Não é aquele tempo...

Sigo ao ritual em Esther...

Na pedra, sintonizo: onde Você está?

Vejo a floresta... olho, e o sentir estranho, não sei agora que sentir, dos meus olhos caem águas...

Sintonia.

Floresta... este som conheço! É a floresta, Retiro da Senhora... coração sentir... vem o sentir estranho...

Respiro, respiro o ar Lugar Sagrado, seguro a Pedra.. .alinhada, coluna reta, respiro.... Respiro em sintonia Você... Vejo o Retiro... a visão pela Pedra, abrindo... e vem o tal sentir que não alcanço... Te vejo.

O olhar como gesto, olha para cima... Você sente-sabe que estou aqui, é Teu pedido para eu sair? Desce o olhar... é Teu pedido?

Meu ouvido direito dói, é para sair daqui? Olha para cima, conheço Teu olhar.

GH: Reivindica o que se pode.

(Eu: atenta sintonia)

GH: Dentro dos limites, pois há limites em tudo na Terra, muitos não podem ser ultrapassados. É disso que falo.

Senhora: E já não está acertada a retirada povo-missão. Qual o motivo da Presença? É Tua a Regência da era. Uma Regência não interfere na outra, sempre assim o foi. Além do acordo.

GH: Quando e já estamos no será – o estarmos em Terra, é a Tua Lei. É disto que falo, sabemos que foram ‘impostos’ pesos para o povo origem missão, sempre em prol da evolução Terra.

Senhora: És, e estando ou não, em Terra há o mexer natureza. Como Regente usas a Intervenção.

GH: Vamos aos fatos. Cientes das Leis e Regência de ambas as partes. O fato é: foi emitido o Som. A morosidade é o que falo. O Som tocou povo, mas falo  alguns ainda estão inseridos no que foi estar em freqüências. Necessário assentar. Foi falado e tratado Contigo e com o Conselho dos Justos, feito pelo Senhor do Portal: sem mais perdas. A minha pergunta: porque a morosidade em assentar? Som emitido. Pergunto: passa dentro do dual que Alguns ficando a aceleração ao processo Luz é mais rápida, e o é, mas é preciso terem escolhido e para tanto é necessário terem sentido o Som término.

Senhora: No Teu alcance também vê sente que não se contribuiu. E sim, não chegou há alguns.

GH: Nova pergunta: Posso, diante dos fatos, assentar o Som, contar com a colaboração?

Senhora: Já não é dada? Já foi entoado, não é comigo ou com o Conselho dos Justos, é com a capacidade energética de cada um.

GH: Não, não é. Há no registro dos missionários o Tratado e nele o tempo foi alterado, o dado era 1999. Portanto, não é com eles, e sim na Lei do Arbítrio.

Senhora: Falo está acertado que nada ocorrerá  -  perigo algum.

GH: Aos conscientes? Energia par? Já não foram tolhidos demais, expansão de energia deu-lhes em ‘troca’ o que? Restrições, ‘sem perigo algum’, a isso é o Zelo.

Senhora: Conscientes poucos, este fato independe na minha Lei.

GH: E quando e ocorre: outra Lei?

Senhora: Sempre houve proteção.

GH: Com restrições, sendo tolhidos. Sabes que poucos estão conscientes e sem a maestria para com a tridimensão. Minha pergunta: podes ajudar? Pois não ficará Um, exceto se a escolha for consciente.

Senhora: Então, ajuda em que?

GH: Na lei Amor à Tua frente peço que o Som entre na 3D. Limites não podem ser mais ultrapassados. Assentar o Som em alguns é ajuda que peço, dentro da Tua Lei, porque o demais já acertamos. Há o temor do desprender de alguns? Sabes que não haverá consciência em 3D.

Senhora: Onde entra minha ajuda? O Som foi soado, alguns sentiram. É claro Teu movimento. Onde entra minha ajuda?

GH: Som término que leva à Liberação, assim o fiz. E o farei por intervenção, antes a Tua frente: soar em 3D, povo sentirá.

Senhora: é Teu próprio povo que impede, tal e qual meus filhos na inconsciência, ensurdecem.

GH: Isso é conosco.

Senhora: Não, isso é também comigo, pois estão em corpos Terra, aqui nascidos.

GH: Onde se não houvesse ação, seria Livre Arbítrio, e onde os conscientes não podem agir, Agimos. E na ação dos conscientes somos nós do Comando que vamos aos Justos. Em Ti proteges povo missão, a nós há Zelo. Retorno em afirmativa: Soar em Terra Sopro Término. E assim chegarão à libertação.

Senhora: Que seja

GH: Minha saudação a Ti. Será dado.

(Eu: meu coração... acelera... Mirian?... Mirian?!)

Senhora: Mayara tem corpo físico que é também Terra, e dele eu sinto...ela vê, ela emana a Ti, e agora pergunta por lady Mirian.

(Eu: Ele A olha)

GH: Falhe-Lhe do Sopro. Foi ao que vim, dentro da clareza.

(Ela fecha os olhos... e em mim: onde esta Mirian?)

Senhora: Sinto Mayara, estais presente, e sim te devo uma resposta.

(Eu: onde Mãe Senhora esta Mirian?... solte-a, foi feito, por séculos ela o fez... A Luz que ela É, solte-a.. .deixe-a ir com Ele...

Ele parado... sim a Senhora ouve-me... sinto Nela um movimento difícil e decisivo... Mãe Senhora, peço-Te deixe-a ir com Ele)

Senhora: Ouço-a. Sabes o que me pedes?! Por Isso Mayara Te acompanhou.

(sinto o pensamento Dele e silencio... silencio... Foi feito Mãe Senhora, Ela cumpriu)

GH: Qual o nosso acordo? Nada nos separa, não tenho como vetar e nem o faria, vetos foram até a consciência pulsar com o coração.

Senhora: Mayara, sabes o que me pedes?

(Eu: não Mãe Senhora, não sei, apenas sinto que ela precisa sair com Ele, povo se reunirá... em mim parece horas... horas arrastadas.... Mãe Senhora não pese, pois o peso Dela a nós é único!

E desde lá está contigo... peço Senhora, sim peço....)

Senhora: O farei.

(Ela olha para Ele... meu coração vem junto o choro... Ele emana a mim: Segure)

Senhora: Chamem Mirian.

(Eu: Mãe Senhora, não peça dias ou horas, por favor... deixa-a ir agora.... Luz em mim horas se passam.... minhas mãos estão tensas na Pedra....)

Senhora: Seguira com Ele, Mayara.

(Eu: Senhora! Sou eu que peço e nisto não haverá mais trocas, sem mais perdas... é um povo que se reunirá... dificil agüentar, esta difícil não estar... ultrapassei limites, talvez também sejam estas palavras de Mirian... Olha-me, sou Terra também, e a Ti falo como Mãe que És, olha-me como filha que também sou, povo é necessário se reunir... Mirian, cumpriu o tempo necessário aqui... Vejo GH abaixar o olhar, o Grande Homem da Constelação...)

Senhora: A verdade suave e doce sempre teu forte, tão forte quanto teu sentimento. Sei o dano que foi aos aqui nascidos, também filhos meus, mas conscientes da própria origem.

(Eu: sinto Anches... não alcanço, mas o sinto)

Senhora: Antes irás me prometer algo.

(Eu: meu coração dispara, trocas?... Mãe Te peço... Não mais trocas)

Senhora: Ciente Mayara, deixe os escritos.

(Eu: estão nos cadernos, Senhora... ali estão)

Senhora: Realize Mayara e estarás com Mirian.

(Eu: estarei com Mirian?... sim estarei em alguma dimensão... prometo Mãe Senhora... o choro não cessa... Ela sorri, e faz um gesto... coração, coração... Anches sinto a Tua sintonia... Ela vem chegando... a vejo com o capuz... em mim, é um dos corpos ou é ela em físico?

Ouço GH: Segure-se!... a cena, o carinho, longo abraço e vejo Anches chegando alí no Retiro.... Luz, como também queria abraçá-la... Observo... sorrio e choro...)


Senhora: Mayara, Mayara o prometido.

(Eu: o farei Mãe Senhora, Te rendo Graças... Não a vejo, Anches a pega pela mão e saem...

Encosto a testa na pedra... Está feito...Rendo Graças)

Continuação do diálogo com Grande Homem:

16:45...

Era manhã... olhos ainda marejados... respirando.

Sintonia...

Eu: Sinto, como ela está?

GH: Com Anches

Eu: posso vê-la?

GH: Ainda, não. Sintonize

17:30

Ouço: fale comigo

Eu: GH há algo no meu registro quanto a saída de Mirian, há em mim tudo já valeu  a pena. Não sei as palavras, talvez ela estivesse distante... o Render Graças é enorme, pois a emoção é enorme.... Posso vê-la?

GH: Esteja certa que sim.

Eu: Falamos em que tempo?

GH: Em que tempo?

Eu: Em mim parece que Mirian sai do Retido antes do Som do Término....em que tempo GH?

GH: Nos movemos no tempo.